É comum ouvirmos relatos de crianças que possuem dificuldades no aprendizado escolar. Muitas dessas dificuldades podem ser uma dificuldade simples que com uma metodologia mais adequada pode ser superada, ou pode ser um distúrbio de aprendizagem, que deve ser diagnosticado e acompanhado por profissionais capacitados.

A primeiro ponto importante que devemos ressaltar é que dificuldade de aprendizagem e distúrbio de aprendizagem são coisas diferentes. A dificuldade qualquer criança pode apresentar durante sua vida escolar e é facilmente ultrapassada com ajuda dos pais, reforço escolar, mudança de professor, escola, metodologia, ou até maior empenho da criança. O distúrbio de aprendizagem é caracterizado quando a criança se esforça durante as aulas, e mostra um nível intelectual normal, mas mesmo assim não consegue atingir o mínimo esperado no seu rendimento.

Os principais distúrbios de aprendizagem

  • Dislexia: Dificuldade no reconhecimento, decodificação, leitura, e soletração das palavras;
  • Disgrafia: Dificuldade na elaboração da linguagem escrita, uso incorreto de letras maiúsculas ou minúsculas, alinhamento incorreto, etc;
  • Discalculia: Dificuldade da criança em aprender tudo que está ligado diretamente ou indiretamente a questões que envolvem números, e conceitos matemáticos.

Sinais que as crianças podem apresentar

  • Dificuldade de memorização
  • Evitar ou ir mal em atividades que envolvam linguagem, leitura, gráficos ou números
  • Atraso no desenvolvimento neuropsicomotor em áreas motoras ou em outras
  • Hereditariedade, pais, primos, avós, tios tiveram ou alguma característica de dificuldade de aprendizagem igual a criança
  • Crianças que nasceram prematuras
  • Crianças que nasceram com baixo peso
  • Crianças que já tiveram meningite
  • Complicações durante o parto
  • Nunca falar o que aprendeu na escola
  • Se recusar ou evitar a todo custo fazer as lições
  • Ansiedade
  • Chorar ou se recusar a ir para a escola frequentemente
  • Não se interessar pelos assuntos escolares
  • Não se interessar por atividades de leitura e linguagem mesmo quando são em momentos de lazer

Diagnóstico

É importante frisarmos que o diagnóstico é feito através de observação e relatos dos pais e profissionais que convivem com a criança, não existe exames específicos que identifiquem essas dificuldades. O pediatra, o neurologista infantil, o neuropsicopedagogo, psicólogo, psicopedagogo ou o fonoaudiólogo  podem fazer o diagnóstico correto.

Intervenção

Depois do diagnóstico correto feito por um dos profissionais citados, a intervenção se torna essencial para o desenvolvimento da criança, e o seu aprendizado. A intervenção deve ser feita através de uma equipe multidisciplinar onde a criança poderá contar com o,

  • Psicopedagogo para montar estratégias de aprendizagem efetivas e individualizadas para a criança, dando orientação também para os pais e professores;
  • Fonoaudiólogo para as questões fonéticas, de fala, escrita, e leitura;
  • Psicólogos para tratar a parte emocional, e os sintomas de ansiedade, tristeza e baixo auto – estima que os distúrbios de aprendizagem frequentemente trazem.

Como os pais podem auxiliar nos distúrbios de aprendizagem?

  • Procurando profissionais competentes e seguindo todas as orientações dadas por eles
  • Escolher uma escola cuja metodologia abranja as dificuldades escolares do seu filho
  • Manter um relacionamento ativo com os professores, sabendo sempre sobre as dificuldades, e ganhos da criança
  • Lembrar que toda a criança tem seu ritmo de desenvolvimento e aprendizagem
  • Evitar comparar a criança com outras
  • Organizar uma rotina e um ambiente de estudo em um local arejado, bem iluminado, com pouco barulho e pouco estímulo visual para as crianças
  • Valorizar quando a criança fazer algo bom ou obtiver alguma melhora na escola, por menor que seja
  • Demonstrar afeto para a criança
  • Montar junto com a criança atividades estimulantes mas ao mesmo tempo divertidas para fazer
  • Não cobrar resultados, mas sim focar no empenho pela busca de resultados que a criança está tendo
  • Conversar com as crianças, onde há espaço para o diálogo os pais logo conseguem identificar se algo anda mal
  • Conhecer e estudar acerca do distúrbio de aprendizagem para lidar melhor com os aspectos cognitivos e emocionais
  • Usar recursos tecnológicos com a criança para o aprendizado
  • Evitar a todo custo palavras que afetem a auto – estima da criança
  • Tentar manter um ambiente organizado e harmonioso
  • Não tratar a criança como incapaz pelo distúrbio, e com isso a subestimar ou super proteger

Nos distúrbios de aprendizagem é muito importante que pais, criança, escola, e profissionais qualificados trabalhem juntos para que a criança consiga se desenvolver de forma adequada. Lembrando que todos esses distúrbios quando diagnosticados precocemente e tratados podem eliminar até 90% dos sintomas, fazendo com que a criança tenha uma vida escolar normal.

E se você gostou de saber mais sobre os distúrbios de aprendizagem fique em nossa página e confira os outros bloqueadores que podem atrapalhar o processo de aprendizagem.

DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM: 7 BLOQUEADORES QUE PREJUDICAM AS CRIANÇAS A APRENDER NA ESCOLA

Por Sandra Padula – Mestre em Educação, Arte e História da Cultura, Psicóloga, Pedagoga, Neuropsicopedagoga e Fundadora do Espaço Diálogos do Saber

Posts Relacionados

Qual a diferença entre transtorno de aprendizagem e dificuldade de aprendizagem?... Descubra qual a diferença entre transtorno de aprendizagem e dificuldade de aprendizagem É extremamente normal crianças em idade escolar apresentarem...
Dislexia: Como é feita a intervenção? Em nosso artigo de hoje você vai entender um pouco mais sobre a dislexia e as intervenções possíveis para o melhor tratamento. Confira. O que é a dis...
Dificuldades de aprendizagem: Conheça o 3 pontos básicos A dificuldade de aprendizagem é um problema que atinge muitas crianças e adolescentes. Não é fácil lidar com uma pessoa que apresenta dificuldade de ...
Dificuldades de aprendizagem: 7 bloqueadores que prejudicam as crianças a aprend... Sabemos o quanto é comum uma dificuldade ali ou outra aqui no processo de aprendizagem, mas a grande dificuldade dos pais é identificar o momento que ...
Dificuldades de aprendizagem: Superdotaçao Você já ouviu falar em crianças superdotadas? Se sim, qual a primeira coisa que vem a sua cabeça? Aquelas crianças super inteligentes e que entendem ...
Dificuldades de aprendizagem: Sobrecarga É comum que a vida adulta seja marcada para uma competição de habilidades, mas e quando todo esse nosso ritmo de competição começa a afetar os nossos ...
Dificuldades de aprendizagem: Dislexia Os pais que tem seus filhos em idade escolar estão acostumados a lidar com possíveis dificuldades, e problemas relacionados com a escola. Mas quando e...
Dificuldades de aprendizagem: TDAH Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperativi... TDAH -  Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade: pode ser a causa de muitos problemas de aprendizagem. No artigo de hoje vamos falar um p...
Dificuldades de aprendizagem: Problemas emocionais Dificuldades de aprendizagem podem se manifestar por problemas emocionais Por muito tempo a relação da criança com o seu sucesso ou fracasso escolar ...
Dificuldades de aprendizagem: Problemas de Audição e Visão Problemas de Visão e audição podem prejudicar o aprendizado. Muitas vezes procuramos respostas para as dificuldades de aprendizagem dos nossos filhos,...
Share This